Arquivo da tag: casa

Eu não sou fudido, seu fudido!

Desde a sua invenção, o dinheiro sempre moveu a sociedade: quem possuía maior poder aquisitivo possuía maior influência e, por consequência, maiores regalias. Por isso as pessoas sempre lutaram para ter a sua parte (alguns a sua e a de outros desavisados) e sempre fazê-la aumentar, a praticamente qualquer custo. Dinheiro é uma das poucas coisas do mundo que pode transformar aquele cidadão de bem e honesto num larápio salafrário. Pessoas roubam, enganam, traem, brigam e até matam por dinheiro. Existe um dito popular sobre isso: “todo mundo tem um preço, basta saber quanto.” Continuar lendo

5 Comentários

Arquivado em Vida de Merda

Eu não saio na chuva para me molhar

Cara, eu odeio chuva…
Mas quando eu digo que eu odeio, eu quero dizer que que REALMENTE odeio!!!
Hoje choveu de novo e, de novo, esse monte absurdo de água que cai do céu sem motivo aparente f•deu com a minha vida…
Meu, eu moro no décimo quinto andar de um prédio e ainda assim minha casa alagou!!! Minha cama tá encharcada e eu vou dormir no sofá!!! Sem contar com os compromissos que eu perdi… Tive que convencer a droga de um cliente de que eu não estava enrolando ele, mas que era impossível para mim chegar no centro de São Bernardo, nem os taxis estavam funcionando (ele provavelmente não percebeu os milhões de metros cúbicos de água que caiam do lado de fora do escritório dele enquanto conversávamos…).
E vamos levar em consideração que eu estou reclamando só da minha vida!!! Imagina o povo que está perdendo casa, pertences e vida por aí! Não que eu esteja morrendo de preocupações por eles, porque se eu disse que estou, estaria sendo hipócrita, mas quando essas coisas acontecem todas a mídias, sociais ou não, começam a falar dessas coisas em loop, como se o mundo tivesse parado para ver que os f*didos se f*deram de novo…

Não me leve a mal, não sou nenhum Coração Gelado (tampouco Ursinho Carinhoso, com o perdão do trocadilho), mas eu tenho muito mais o que fazer e muitíssimo mais com o que me preocupar do que ficar assistindo as pessoas no SPTV comparando suas mazelas, como se tudo aquilo não passasse de uma competição para ver quem perdeu mais coisas na enchente…
Talvez eu não tenha nenhuma propriedade para falar disso, é bem provável que se algo assim acontecesse comigo eu agisse de forma parecida, mas eu realmente tenho que dizer: MOVE ON!!!
Temos que manter em mente de amanhã vai chover de novo, e vocês vão perder tudo de novo, então guarde as lágrimas pata chorar tudinho de uma vez no fim do ano!!!

1 comentário

Arquivado em Uncategorized